Revista Viva Saúde  
alguns ciencia comer dicas dor editorial existe nutrição saude tratamento
 
 
Edição 119 | EXPEDIENTE
Família / Home

  Marcas que não cicatrizam
O avanço da idade é considerado um fator importante para o processo de cicatrização da pele. A boa notícia é que cuidados com a alimentação e modificações no estilo de vida previnem complicações

Por Cristina Almeida | Ilustração Melissa Lagôa
 

Bastardos inglórios, Exterminador do futuro 2, Batman, Rei Leônidas, O fantasma da ópera. Em todos esses filmes, os protagonistas têm uma coisa em comum: marcas de ferimentos em seus rostos. No cinema, a ideia é enfatizar o drama, causar forte impressão, tornar inesquecíveis o personagem e sua história. Na vida real, as cicatrizes são um exemplo do que Hipócrates, o pai da medicina, definiu como natura mediatrix, isto é, a força saneadora da natureza.

Quando o organismo sofre algum tipo de agressão, um fenômeno natural ativa uma série de reações para recuperar sua estrutura e funções originais. As lesões podem ser internas, como no caso de uma úlcera no estômago, ou externas, isto é, na própria pele. Se forem superficiais, haverá uma regeneração tecidual; mas, se forem profundas e/ ou extensas, com maior destruição de tecidos, técnicas e recursos complementares auxiliarão o processo de restabelecimento, levando ao que se conhece por cicatrização, que poderá será mais ou menos evidente, dependendo da pele de cada um.

A função da epiderme é proteger o corpo de agressões externas, e elas podem ser de natureza física (quedas, atritos, queimaduras, cortes); química (contato com ácidos) ou biológica (picadas de animais, plantas venenosas). Se a lesão é grave, a consequência é o aparecimento de feridas, manifestação da quebra das estruturas naturais da pele.

A recuperação da pele
Samuel Henrique Mandelbaum, dermatologista, chefe do Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário de Taubaté (SP), explica que, de acordo com o tipo do ferimento, "haverá uma reação que envolve uma série de mecanismos denominada cascata cicatricial. Trata-se de uma sequência de eventos que compreende três fases: inflamatória, proliferativa e remodelação".

Coagulação e contração são outras etapas citadas pelo dermatologista Roberto Gomes Tarlé, preceptor da Residência em Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). "são respostas que interagem entre si para o restabelecimento da integridade dos tecidos."

Peles maduras
Durante a juventude, esse processo tende a ser mais rápido e eficiente. Mas, com o passar dos anos, e principalmente na idade madura, os tecidos passam por transformações (reepitelização) e diminuição do colágeno. Dependendo do histórico de cada um, fumo, álcool e sol também influenciarão. E não é só.

Alterações metabólicas, vasculares, imunológicas, doenças crônicas (diabetes, hipertensão), típicas dessa faixa etária, fazem desse grupo de pessoas o mais suscetível a traumas e infecções. Segundo Felipe Bochnia Cerci, médico residente do Serviço de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba da PUC-PR, é comum encontrar indivíduos desnutridos ou com deficiências vitamínicas. "Esses fatores, entre outros, podem ser os responsáveis pela dificuldade da reparação tecidual", diz.

Maria Helena Sant'Ana Mandelbaum, coordenadora científica da Sociedade Brasileira de Enfermagem em Dermatologia, concorda, e acrescenta: "Somem-se a isso a maior incidência de feridas crônicas em pessoas com mais de 60 anos, seja pela maior recidiva, seja pelo surgimento de feridas decorrentes de doenças sistêmicas".

 

PÁGINAS :: 1 | 2 | 3 | Próxima >>



 
Viva Saúde :: 20/02/13
O desafio do autismo
 
Viva Saúde :: 21/02/13
Chás que você deveria tomar todos os dias
 
Viva Saúde :: 20/02/13
Bye, bye, alface
 

 
Viva Saúde :: Clínica Geral :: ed 79 - 2009
25 exames que seu médico deveria pedir


Viva Saúde :: Nutrição :: ed 70 - 2009
9 formas eficazes de acelerar o metabolismo


Viva Saúde :: Nutrição :: ed 78 - 2009
Alimentos que fazem a tireoide trabalhar mais (e você perder peso)


 










As novidades da Viva Saúde em primeira mão!





 


Faça já a sua assinatura!

Corpo a Corpo

A revista completa de beleza

Assine por 1 ano
10x de R$ 9,48
Assine!
Outras ofertas!

Dieta Já!
Conquiste o corpo que semprequis.

Assine por 1 ano
9x de R$ 9,20
Assine!
Outras ofertas!

Molde & Cia

Exclusiva como você.

Assine por 1 ano
11x de R$ 9,27
Assine!
Outras ofertas!

Viva Saúde

Pra viver mais e melhor

Assine por 1 ano
10x de R$ 9,48
Assine!
Outras ofertas!
 

Bye, bye, alface
Consumir salada no dia a dia é difícil? A dica é estimular seu paladar com diferentes tipos de folhas e molhos

As mentiras que as mulheres contam (aos médicos)
"Conte-me tudo, não me esconda nada". Essa é a súplica dos profissionais da saúde às pacientes



clínica geral
nutrição
família
viver bem
guia
nesta edição

  ContentStuff - Sistema de Gerenciamento de Conteúdo - CMS