Revista Viva Saúde  
alguns ciencia comer dicas dor editorial existe nutrição saude tratamento
 
 
Edição 119 | EXPEDIENTE
Clínica Geral / Home

  Problema de cálculos
Depois de anos de má-digestão, enjôos e dores de cabeça, a vesícula "desperta" com uma cólica insuportável - na verdade, isso é conseqüência da tentativa de algumas "pedrinhas" passarem pelas estreitas vias biliares. Saiba como a medicina pode retirar estes obstáculos do caminho

POR JANETE TIR
ILUSTRAÇÃO MG STUDIO

Tudo começa com uma dor no estômago, que lembra mais uma torcedura. Quando se torna mais forte, é sentida nas últimas costelas à direita. Mas não pára por aí. Esse desconforto diminui e aumenta de intensidade, como uma cólica, e acaba se irradiando pelo abdômen superior e pelas costas. Depois vêm enjôo e vômito. O próximo passo é sair correndo, ou melhor, ser levado às pressas para o pronto-socorro mais próximo. Afinal, a esta altura, a dor torna-se insuportável.

Depois da crise controlada, os médicos investigam quais são as causas mais prováveis que a desencadearam.

E é com uma ultra-sonografia abdominal que o diagnóstico descar ta problemas em outros órgãos e con clui: cálculos na vesícula biliar. Este quadro doloroso, que costuma ainda apresentar febre (pode haver infecção) e pele e olhos amarelados (icterícia), não é muito difícil de acontecer, já que de 10% a 20% de pessoas entre 35 e 65 anos têm cálculos na vesícula.

"Cálculo biliar afeta mais a mulher e algumas das possíveis causas são a síndrome plurimetabólica (descontrole hormonal em vários órgãos), a obesidade, o efeito sanfona (aquele engorda e emagrece constante), a idade e a presença de diabetes. Na maioria das pessoas, estas pedras são assintomáticas e o paciente só vai saber que tem o distúrbio quando elas obstruem parcial ou totalmente as vias biliares, causando dor", explica o gastroenterologista Vitório Luiz Kemp, de São Paulo.

Cuidado para não confundir problemas de fígado com de vesícula. "Geralmente as pessoas acham que estão passando mal, com diarréia, dor de cabeça, enjôo e a pele e o branco dos olhos meio amarelados, porque o fígado não está cumprindo seu papel, mas, na realidade, este órgão dá poucos sintomas.

O que acontece realmente é que a vesícula não está funcionando como deveria", informa o médico.

Como funciona A vesícula biliar é um órgão pequeno, no formato de uma pêra, que fica localizado embaixo do fígado. Ela é a responsável por armazenar a bile, um líquido esverdeado produzido pelo fígado, que aumenta a solubilidade de gorduras para o organismo absorver com mais facilidade as vitaminas vindas dos alimentos e, ainda, facilita o trânsito intestinal. Funciona, a grosso modo, como um "detergente" do corpo, quebrando as gorduras que ficam presas no intestino. Depois dessa "limpeza", o que não vai ser aproveitado é jogado fora, neste caso, com as fezes.

Então, sempre que se come alguma coisa, a vesícula é encarregada de jogar a bile, fazendo pequenas contrações, no duodeno, que é a primeira parte do intestino, para a digestão acontecer sem nenhum mal-estar.

É lógico que, em refeições pesadas com gorduras em excesso, o trabalho vai ser bem maior. Mas se isso não for freqüente, a bile executa o trabalho direitinho. Isto é, quando não há uma pedrinha no caminho.

Afinal, por que a vesícula é assim tão sensível à formação de cálculos biliares? "Dentro dela estão concentrados gorduras e sais biliares. Se houver qualquer instabilidade (alteração) nesta solução, começam a ser formados os cálculos, que podem ficar tranqüilamente guardados ali por anos sem causar problemas ou, então, dependendo do tamanho, passar pelas vias biliares, causando um mal-estar dolorido, mas passageiro, ou, simplesmente, obstruir o canal, quando acontecem as cólicas, vômitos e febres", explica o gastroenterologista Vitório Luiz Kemp.

PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>



 
Viva Saúde :: 20/02/13
As mentiras que as mulheres contam (aos médicos)
 
Viva Saúde :: 20/02/13
Retenção de líquidos
 
Viva Saúde :: 19/02/13
O que perguntar antes da cirurgia
 

 
Viva Saúde :: Clínica Geral :: ed 79 - 2009
25 exames que seu médico deveria pedir


Viva Saúde :: Nutrição :: ed 70 - 2009
9 formas eficazes de acelerar o metabolismo


Viva Saúde :: Nutrição :: ed 78 - 2009
Alimentos que fazem a tireoide trabalhar mais (e você perder peso)


 










As novidades da Viva Saúde em primeira mão!





 


Faça já a sua assinatura!

Corpo a Corpo

A revista completa de beleza

Assine por 1 ano
10x de R$ 9,48
Assine!
Outras ofertas!

Dieta Já!
Conquiste o corpo que semprequis.

Assine por 1 ano
9x de R$ 9,20
Assine!
Outras ofertas!

Molde & Cia

Exclusiva como você.

Assine por 1 ano
11x de R$ 9,27
Assine!
Outras ofertas!

Viva Saúde

Pra viver mais e melhor

Assine por 1 ano
10x de R$ 9,48
Assine!
Outras ofertas!
 

Bye, bye, alface
Consumir salada no dia a dia é difícil? A dica é estimular seu paladar com diferentes tipos de folhas e molhos

As mentiras que as mulheres contam (aos médicos)
"Conte-me tudo, não me esconda nada". Essa é a súplica dos profissionais da saúde às pacientes



clínica geral
nutrição
família
viver bem
guia
nesta edição

  ContentStuff - Sistema de Gerenciamento de Conteúdo - CMS