Revista Viva Saúde  
alguns ciencia comer dicas dor editorial existe nutrição saude tratamento
 
 
Edição 119 | EXPEDIENTE
Nutrição / Home

  Água de beber
Inodora, incolor e insípida, a água é também medicinal. Descubra se é realmente necessário consumir dois litros diários, conheça os diversos tipos e qualidades disponíveis no mercado, aprenda a melhor maneira de armazenar e entenda o que dizem os rótulos

por Fernanda de Almeida


Água para prevenir e tratar doenças

A água potável ajuda a tratar problemas de saúde como a desidratação, a diarreia e o cálculo renal. Os tipos enriquecidos, natural ou artificialmente, têm propriedades terapêuticas:

Ácida - esse tipo regulariza o pH da pele.

Alcalina Bicarbonatada - para doenças estomacais: gastrites e úlceras gastroduodenais, hepatite, diabetes e doenças cardiovasculares.

Alcalina Terrosa Cálcica - boa para o raquitismo e colites e consolidação de fraturas. Reduz a sensibilidade em casos de asma, eczemas, dermatoses e bronquites. Tem ação diurética.

Alcalina Terrosa Magnesiana - indicada nos casos de enterocolite crônica, insuficiência hepática e fermentação intestinal.

Carbogasosa - diurética e digestiva. Rica em sais minerais, repõe a energia dos atletas, facilita o trânsito intestinal e estimula o apetite. Eficaz contra hipertensão arterial, cálculos renais e de vesícula.

Carbônica - hidrata a pele e é também capaz de reduzir o apetite.

Ferruginosa - indicada para diferentes tipos de anemia, parasitose, alergias e acne juvenil. Estimula o apetite.

Radioativa - diurética, dissolve cálculos renais e biliares, além de favorecer a digestão. Atua como calmante, contra reumatismo, filtra o excesso de gordura do sangue, elimina ácido úrico, diminui a viscosidade do sangue, tem ação analgésica nas afecções renais, é estimulante glandular e da sexualidade. Diminui a pressão sanguínea e é laxante.

Sulfurosa - indicada para casos de reumatismo, doenças de pele, artrite e inflamações em geral.

Água alcalina não faz mal a ninguém

Para definir o grau de alcalinidade ou acidez dos líquidos é utilizado o termo pH. O maior valor dessa medida é 14 (acidez máxima). De modo geral, o valor do pH da água mineral é 7 (neutra) - não é ácida nem básica. É possível encontrar águas com pH mais elevado, chamadas alcalinas. Valores abaixo de 7 definem águas ácidas. Doenças degenerativas têm sido associadas ao excesso de acidez no corpo. Por isso, médicos e especialistas orientam pacientes com esses problemas a beber água com pH pouco acima da média (valores em torno de 7,2 ) e ingerir alimentos alcalinos como frutas, legumes etc., pois os hidróxidos alcalinos combatam a acidez do organismo.

Os tipos de água

Elas são classificadas por sua composição química e suas fontes:

Ácida - com pH 07, é encontrada em lençóis subterrâneos;

Alcalina Bicarbonatada - contém, no mínimo, 0,200 g/l de bicarbonato de
sódio em sua composição;

Alcalina Terrosa - tem no mínimo, 0,120 g/l de alcalinos terrosos;

Alcalina Terrosa Cálcica
- possui no mínimo, 0,048 g/l de cálcio sob a
forma de bicarbonato de cálcio;

Alcalina Terrosa Magnesiana
- contém, no mínimo, 0,030 g/l de magnésio sob
a forma de bicarbonato de magnésio;

Brometada - tem como elemento predominante o brometo.

Carbogasosa - possui 0,200 ml/l de gás carbônico livre dissolvido;

Cloretada - contém, no mínimo, 0,500 g/l de cloreto de sódio;

Ferruginosa - a água tem no mínimo, 0,500 g/l de ferro;

Fluoretada - o flúor é o elemento predominante;

Iodetada - tem como elemento predominante o iodo;

Litinada - maior concentração de lítio;

Nitratada - contém, no mínimo, 0,100 g/l de nitrato de origem mineral em
sua composição original;

Oligomineral - tipo que apresenta ação medicamentosa;

Radífera - contém substâncias radioativas que lhes atribuam radiatividade permanente;

Radioativa - com radônio em dissolução;

Sulfatada - contém, no mínimo, 0,100 g/l de sulfato de sódio, potássio ou
magnésio em sua composição;

Sulfurosa - tem no mínimo, 0,001 g/l de sulfeto;

Toriativa - possui 2 unidades Mache/l de torônio.

Ninguém precisa ficar atento à quantidade de ar que respira. Com a água devemos ter a mesma relação. O corpo pede quando sente necessidade; é para isso que sentimos a sede

 

 

PÁGINAS :: << Anterior | 1 | 2



 
Viva Saúde :: 21/02/13
Chás que você deveria tomar todos os dias
 
Viva Saúde :: 20/02/13
Bye, bye, alface
 
Viva Saúde :: 20/02/13
O desafio do autismo
 

 
Viva Saúde :: Clínica Geral :: ed 79 - 2009
25 exames que seu médico deveria pedir


Viva Saúde :: Nutrição :: ed 70 - 2009
9 formas eficazes de acelerar o metabolismo


Viva Saúde :: Nutrição :: ed 78 - 2009
Alimentos que fazem a tireoide trabalhar mais (e você perder peso)


 










As novidades da Viva Saúde em primeira mão!





 


Faça já a sua assinatura!

Corpo a Corpo

A revista completa de beleza

Assine por 1 ano
10x de R$ 9,48
Assine!
Outras ofertas!

Dieta Já!
Conquiste o corpo que semprequis.

Assine por 1 ano
9x de R$ 9,20
Assine!
Outras ofertas!

Molde & Cia

Exclusiva como você.

Assine por 1 ano
11x de R$ 9,27
Assine!
Outras ofertas!

Viva Saúde

Pra viver mais e melhor

Assine por 1 ano
10x de R$ 9,48
Assine!
Outras ofertas!
 

Bye, bye, alface
Consumir salada no dia a dia é difícil? A dica é estimular seu paladar com diferentes tipos de folhas e molhos

As mentiras que as mulheres contam (aos médicos)
"Conte-me tudo, não me esconda nada". Essa é a súplica dos profissionais da saúde às pacientes



clínica geral
nutrição
família
viver bem
guia
nesta edição

  ContentStuff - Sistema de Gerenciamento de Conteúdo - CMS