Revista Viva Saúde  
alguns ciencia comer dicas dor editorial existe nutrição saude tratamento
 
 
Edição 119 | EXPEDIENTE
Nutrição / Home

  Para recarregar a pilha
Determinados períodos da vida exigem uma dose extra de pique e resistência. Muitos alimentos podem fazer o papel de baterias novinhas em folha. Confira a seguir a dieta que vai dar aquela energia!

POR JUREMA APRILE

A rotina profissional exige que você cumpra compromissos de manhã, à tarde e à noite? Seu professor de ginástica pensa que você tem o fôlego do maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima e puxa pelos exercícios na academia? Você tem um filho que começou a andar e não pára quieto nem um minuto? Sua filha adolescente tem festa todo final de semana, obrigando-o a buscá-la altas horas da madrugada? Ufa! Haja energia para seguir esse ritmo alucinado da vida moderna. Mas saiba que o que você põe à mesa pode ajudá-lo a ganhar mais pique e resistência. Com a ajuda da nutricionista Denise Schirch (SP), do Grupo Fasano, que organiza a alimentação dos campeões da Fórmula 1 durante a temporada brasileira, Viva Saúde apresenta boas dicas e aquele menu básico para manter a energia em alta.

Um dos itens principais do cardápio deve ser o carboidrato, pois ele é absorvido lentamente pelo organismo e, assim, transforma-se em combustível. Além disso, atua diretamente no humor, ajudando o cérebro a regular o bem-estar, o que também dá o maior ânimo. Outros alimentos que devem fazer parte da dieta são os estimulantes, como café, gengibre e especiarias. Tudo isso em um total de 1.800 calorias diárias, como nas sugestões apresentadas a seguir. "Com menos você pode perder o pique, pois o corpo seria obrigado a economizar energia", explica a nutricionista.

O QUE COMER E BEBER
   Recarregue as baterias logo ao acordar. Ou seja, invista em um café da manhã reforçado. Você vai ficar no maior pique para trabalhar, estudar ou fazer esportes.
 Hidratação é fundamental. Beba de dois a três litros de água por dia para hidratar o corpo e limpar o organismo de toxinas. Chá gelado, sucos e até a água que vai em uma sopa contam no total a ser ingerido. Uma dica: beba líquidos durante todo o tempo e não de uma vez só, para usufruir dos benefícios e não dilatar o estômago.
 Substâncias estimulantes, como a cafeína, aceleram o sistema nervoso central, melhorando o estado de alerta. Porém, não exagere para não parecer um zumbi. Quatro xícaras de 50 ml é uma boa medida.
 Alguns temperos e especiarias - como a canela, o gengibre, a noz-moscada e a pimenta - por serem estimulantes do sistema circulatório podem ajudar a ter mais disposição. Experimente uma pitadinha!
 Um cacho de uvas auxilia o organismo a funcionar bem, deixando você com a corda toda. Com propriedades laxativas e diuréticas, essas frutas estimulam as funções do fígado. Também são verdadeiras 'amigas do peito': ricas em salicilatos (mesma substância presente na aspirina), auxiliam no combate às doenças do coração. Por fim, têm quercetina, um pigmento que regula o colesterol e reduz a coagulação no sangue.
 É importante ingerir proteína todos os dias. A sugestão da nutricionista Denise Schirch é saborear esse nutriente de uma forma diferente. Por exemplo: kani, ricota esfarelada na salada, cubos de chester grelhado com vegetais, carpaccio de carne ou atum conservado em água.
 O suco de cupuaçu, feito com a polpa fresca ou congelada, é rico em vitamina C e em proteínas. Outra característica importante: é superleve. Portanto, trata-se de uma maneira fantástica de ingerir a dose diária de vitamina C para deixar o organismo mais resistente.
 Quando você transpira, o corpo perde ferro, potássio, magnésio e cálcio. Comendo um ou dois kiwis você recupera tudo isso, sem falar que essa fruta tem mais vitamina C por grama que a laranja e mais vitamina E que o abacate (e sem a gordura).
   

NÃO DEIXE FALTAR DISPOSIÇÃO
 Coma o mínimo de gordura possível. Sem dúvida é a melhor pedida para não ficar com aquele desânimo.
 A hipoglicemia (falta de açúcar no sangue) causa fraqueza, por isso é importante fazer todas as refeições indicadas.
 Evite ingerir alimentos de digestão lenta, como o açúcar refinado: ele fornece uma carga rápida de energia, mas a sensação de moleza vem logo a seguir.
 Outro 'inimigo' da disposição é comer muito de uma só vez. Isso mobiliza o esforço do corpo para a digestão - e não sobra 'gás' para mais nada.
 Fuja dos alimentos que dificultam o processo digestório, fazendo você se sentir pesado, sem a menor vontade de se mexer. Corte açúcar em excesso, evite leite e derivados na forma integral, refrigerantes, frituras, bolos com recheio e cobertura e sorvetes cremosos. Claro, nessa lista também estão a feijoada, o churrasco com salada de maionese e os pratos com molhos gordurosos.

PÁGINAS :: 1 | 2 | 3 | Próxima >>



 
Viva Saúde :: 21/02/13
Chás que você deveria tomar todos os dias
 
Viva Saúde :: 20/02/13
Bye, bye, alface
 
Viva Saúde :: 20/02/13
O desafio do autismo
 

 
Viva Saúde :: Clínica Geral :: ed 79 - 2009
25 exames que seu médico deveria pedir


Viva Saúde :: Nutrição :: ed 70 - 2009
9 formas eficazes de acelerar o metabolismo


Viva Saúde :: Nutrição :: ed 78 - 2009
Alimentos que fazem a tireoide trabalhar mais (e você perder peso)


 










As novidades da Viva Saúde em primeira mão!





 


Faça já a sua assinatura!

Corpo a Corpo

A revista completa de beleza

Assine por 1 ano
10x de R$ 9,48
Assine!
Outras ofertas!

Dieta Já!
Conquiste o corpo que semprequis.

Assine por 1 ano
9x de R$ 9,20
Assine!
Outras ofertas!

Molde & Cia

Exclusiva como você.

Assine por 1 ano
11x de R$ 9,27
Assine!
Outras ofertas!

Viva Saúde

Pra viver mais e melhor

Assine por 1 ano
10x de R$ 9,48
Assine!
Outras ofertas!
 

Bye, bye, alface
Consumir salada no dia a dia é difícil? A dica é estimular seu paladar com diferentes tipos de folhas e molhos

As mentiras que as mulheres contam (aos médicos)
"Conte-me tudo, não me esconda nada". Essa é a súplica dos profissionais da saúde às pacientes



clínica geral
nutrição
família
viver bem
guia
nesta edição

  ContentStuff - Sistema de Gerenciamento de Conteúdo - CMS