assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Azeite de oliva extravirgem: veja tudo o que você precisa saber sobre o óleo do bem

Publicado em 28 de Dec de 2017 por Kelly Miyazato | Comente!

Aposte no consumo de azeite de oliva extravirgem no tempero de salada, no preparo de carnes e receitas variadas. O óleo atua em prol da saúde devido ao alto teor de antioxidantes, além de ser reconhecido por aumentar as concentrações do bom colesterol. Fique por dentro!



 

Azeite de oliva extravirgem: veja tudo o que você
precisa saber sobre o óleo do bem

O azeite de oliva extravirgem oferece atributos especialíssimos à saúde, além de realçar o sabor dos alimentos que ingerimos diariamente. O óleo extraído das azeitonas é rico em ácidos graxos monoinsaturados, como o ácido oleico, que melhoram o perfil das gorduras que circulam pelo sangue: eles abaixam o colesterol ruim e aumentam o bom. Outra característica importante é que, por ser prensado a frio, o azeite extravirgem é tão puro que pode até mesmo ser comparado a um suco de frutas, daqueles bem fresquinhos.

Ele preserva os antioxidantes que estão presentes na azeitona, notadamente os polifenóis e a vitamina E. Os demais óleos vegetais, por outro lado, recebem solventes químicos ao passarem pelo processo de refinação e, dessa forma, perdem boa parte desses agentes que fazem bem e colaboram com a saúde.

Os antioxidantes do azeite impedem a ação dos radicais livres que provocam a oxidação do colesterol e o acúmulo de placas de gorduras nos vasos, de acordo com um trabalho realizado por bioquímicos da Universidade Estadual Paulista (Unesp-Botucatu). Resultados que comprovam o que já havia sido demonstrado em pesquisas anteriores conduzidas na Europa (sobretudo em países mediterrâneos, como Itália, Espanha, França e Grécia) e nos EUA.

Modo de usar: aproveite para temperar a salada, ou então adicione o azeite extravirgem às carnes e receitas, sempre que possível no final do preparo. Vale, porém, tomar cuidado para que ele não comece a criar alguns pequenos problemas com a sua balança. Por isso, o ideal é limitar o consumo diário deste óleo a apenas duas colheres (sopa). Cada uma delas fornece em torno de 62 kcal.



*Texto Cristina Nabuco, Leonardo Lourenço e Samantha Cerquetani | Foto Escala Imagens | Shutterstock | Adaptação Kelly Miyazzato.

 


Coleção VivaSaúde Especial | Alimente a Saúde do Coração Ed. 17

 

 

 

 

 

 

 

 



COMENTE!