assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Alimentos que devem ser evitados na gravidez

Publicado em 07 de Sep de 2015 por Marília Alencar | Comente!

A ideia de comer por dois cai por terra quando se sabe que os excessos podem afetar o parto, a saúde da mãe, do bebê e o adulto que ele se tornará no futuro



Texto Cristina Almeida / Foto: Shutterstock 

Gravidez x Alimentação

(Foto: Shutterstock)

  • Carnes mal passadas: pelo risco de contrair toxoplasmose.
  • Ovos, peixes e frutos do mar crus: para evitar contaminação bacteriana. No caso dos peixes, o risco é o contato com o mércúrio.
  • Cafeína: presente no café, no chá-preto, chá-mate e chocolate. Altas doses elevam o risco de aborto e baixo peso do recém-nascido. O consumo máximo deve ser de 2 xícaras (200 ml) de café coado, 2 xícaras (50 ml) de café-espresso ou 2 xícaras (200 ml) de instantâneo.
  • Bebidas alcoólicas de toda natureza: o álcool atravessa a placenta, e o feto é exposto às mesmas concentrações da substância existentes no sangue materno. Porém, para o bebê, o efeito é maior.
  • Adoçantes artificiais: o médico deve avaliar o risco-benefício para mãe e filho, especialmente a sacarina e o ciclamato.
  • Alimentos industrializados: neles estão incluídos os refrigerantes, isso pelo excesso de conservantes, flavorizantes,sódio e gorduras saturadas e também as trans.

Revista VivaSaúde / Edição 132



COMENTE!