assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Como as carnes e os ovos podem proteger os neurônios

Publicado em 16 de May de 2017 por Kelly Miyazato | Comente!

Você sabia? Além de promover a proteção dos neurônios, as carnes e os ovos também contribuem com o poder anti-inflamatório. Veja mais detalhes!



 

Saiba como as carnes e os ovos podem proteger os neurônios

Aqui, a lista é grande e com várias opções. As carnes fornecem o triptofano, aminoácido essencial para a formação da serotonina. Se a escolha for o peixe, prefira a sardinha, o atum, o arenque, a truta ou o salmão. Eles são ricos em ácidos graxos, ômega-3, que atuam na estrutura da membrana celular e têm poder anti-inflamatório, protegendo os neurônios e facilitando a neurotransmissão. Entre as carnes vermelhas, priorize os cortes magros. Uma porção de 100 g (um bife) duas vezes por semana é o suficiente. Já o frango, pode fazer parte do cardápio semanal por até três vezes (120 g, um bife grande). “Ele tem proteína de alto valor biológico com presença de aminoácidos essenciais. Mas, prefira cozinha-lo no vapor ou na chapa.” Quanto ao ovo, ele está liberado entre três a cinco vezes na semana, sempre uma unidade. “A vitamina B12, presente nele é necessária para a síntese de serotonina e outros neurotransmissores”, explica Maria. “Há ainda vitaminas e gorduras que ajudam a memória”.

 

*Por Priscila Pegatin | Foto Fausto Roim | Produção Janaína Resende | Adaptação Kelly Miyazzato.


Revista VivaSaúde | Ed. 148

Assine já e garanta 6 meses grátis de outro título

 

 

 

 

 



COMENTE!