assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Vitamina C para aumentar elasticidade da pele

Publicado em 19 de Sep de 2014 por Clara Ribeiro | Comente!

O nutriente que você já conhece e usa na prevenção de gripes e resfriados também oferece ação antioxidante sendo mais um aliado na longevidade da pele



Texto: Letícia Ronche / Foto: Danilo Tanaka / Adaptação: Clara Ribeiro

Na maioria das pessoas, a melhora da textura e hidratação da pele pode ser notada já na

primeira semana de uso

Foto: Danilo Tanaka

A vitamina C é muito usada em produtos para a pele por oferecer diversos benefícios. “Também conhecida como ácido ascórbico, atua como antioxidante, ou seja, protege a pele contra os efeitos maléficos dos radicais livres. Além disso, a vitamina participa na hidroxilação da hidroxiprolina, portanto, sua aplicação tópica melhora a elasticidade e firmeza da pele”, conta Estrela Dalva Baptista D’Aurea Machado, dermatologista, com especialização em clínica médica e dermatologia, pela Faculdade de Medicina da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

Ela também cita como um motivo para usá-la a função inibidora da biossíntese melânica, cuja função é clarear a pele. Essas vantagens foram constatadas pela Universidade de Leicester e Instituto de Biologia Molecular e Celular em Portugal. Os pesquisadores descobriram que uma forma da vitamina C ajuda no tratamento e ainda na proteção a danos no DNA das células da pele. “Nosso estudo analisou os efeitos da exposição do ácido ascóbico na derme humana. Nós investigamos quais genes são ativados pela vitamina nessas células, que são responsáveis pela regeneração da pele”, conta Tiago Duarte, pesquisador do Instituto Molecular e Celular.

Por que o cosmético?

A essa altura você já deve ter se perguntado se não seria mais fácil comer uma laranja por dia, por exemplo, mas a dermatologista nos explica: “quando usada na forma de cremes, pode-se controlar a concentração e mediar a penetração dependendo do ativo utilizado de forma que obtemos resultados mais otimizados do que pela ingestão”. Mas o consumo não deve ser cessado quando existe o uso do cosmético.

Como usar

 É indicado a todas as pessoas que apresentam sinais de envelhecimento da pele. “Aquelas com hipersensibilidade ao ácido ou a algum outro componente da formulação devem evitá-lo. Além disso, concentrações maiores que 10% não devem ser utilizada sem gestantes e lactantes”, informa Flávia Ravelli, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Use o produto pela manhã, antes do protetor, ou à noite. “A melhora da textura e hidratação da pele pode ser notada já na primeira semana de uso. Resultados em linhas de expressão são mais demorados, variando de pessoa para pessoa, mas com uma margem média de 45 dias”, diz Flávia.

Mistério cosmetológico

Se você acompanha o mundo dos cosméticos, já ouviu falar que a vitamina C é uma molécula instável, que sofre rápida oxidação comprometendo a validade e a qualidade da vitamina, por exemplo. “Isso já é resolvido no laboratório do fabricante. A estabilização do ácido ascórbico pode ser feita de várias maneiras. As mais usadas são pela reação com outros componentes ou encapsulando a vitamina”, explica a farmacêutica Vânia Rodrigues Leite e Silva, professora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Confira o que os produtos com vitamina C oferecem:

 

  • Ação antioxidante.
  • Promoção de firmeza e elasticidade.
  • Clareamento.
  • Fotoproteção.
  • Manutenção da atividade da vitamina E.
  • Prevenção e tratamento do fotoenvelhecimento.

 

Revista VivaSaúde - Edição 137



COMENTE!