Super Banner

Tudo sobre o coco seco

Publicado em 28 de Sep de 2013 por Leticia Maciel | Comente!

O coco seco é um grande aliado ao combate do colesterol ruim e ajuda a emagrecer! Saiba todos os benefícios e incluia no seu cardápio.



Texto: Leonardo Valle/ Foto: Shutterstock/ Adaptação: Letícia Maciel

Chamado de isotônico natural, o coco recompõem o organismo com nutrientes depois de um
quadro de diarreia. Foto: Shutterstock.

Queima gorduras

Ácido láurico e monolauril são duas substâncias presentes no coco seco que estimulam a oxidação dos ácidos graxos. Outro benefício da dupla é sua digestão express: elas são rapidamente transformadas em energia para o corpo e não correm o risco de serem estocadas no organismo como pneuzinhos

Reduz o colesterol

As gorduras presentes no coco são consideradas saudáveis, pois aumentam os níveis de colesterol bom (HDL). O resultado é a proteção contra doenças cardiovasculares e acidente vascular cerebral (AVC). Outro nutriente que ajuda a baixar o colesterol são as fi bras encontradas na polpa. Elas “sequestram” as moléculas de gordura e despacham as vilãs pelas fezes, evitando que caiam na corrente sanguínea e acabem entupindo algum vaso.

Regula a tireoide

As estrelas, aqui, também são os ácidos láurico e monolauril. Eles regulam o funcionamento da glândula e previnem crises de ansiedade, nervosismo e aumento de peso. As duas substâncias ainda possuem uma invejável ação antiinfl amatória, colaborando com o equilíbrio orgânico.

Hidrata o organismo

Não é à toa que a água-de-coco é chamada carinhosamente de isotônico natural. Ela é indicada para a recomposição do organismo após um quadro de diarreia, por exemplo. A bebida também possui sódio e potássio em grandes quantidades, ajudando no equilíbrio hídrico. Ela ainda combate o inchaço causado por retenção líquida (que ocorre principalmente no período que antecede a menstruação) e deve ser consumida após a prática de atividades físicas para hidratar e repor a água do corpo.

Cuidado na hora de consumir

Apesar de ser rico em gordura insaturada, também conhecida como gordura boa, uma única unidade de coco seco contém até 600 calorias. Quando consumida em excesso, seus efeitos são contrários: elas estimulam o ganho de peso e o acúmulo de gordura abdominal. A dica é cortar o coco em oito partes e incorporar uma no cardápio diário. Ele pode ser batido com sucos, consumido com cereais ou mesmo iogurte light.



COMENTE!