assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Melhor sabonete para sua pele

Publicado em 29 de Jan de 2013 por Leticia Maciel | Comente!

Conheça os tipos de sabonetes para cada tipo de pele e quando é melhor usar o sabonete líquido ou em barra



Texto: Samantha Cerquetani/ Produção: Janaina Resende/ Adaptação:Letícia Maciel

Existem diferentes componentes nos sabonetes
que hidratam a sua pele. Foto: Divulgação

Ao escolher, o consumidor deve atentar para o pH do sabonete, ou seja, o potencial hidrogeniônico do produto e verifi car se é compatível com o da pele”, afirma Paula Colpas, dermatologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). De acordo com a profissional,o pH pode variar numa faixa até 14, sendo que quanto mais próximo do 0, mais ácido; já se o valor está mais para 14, mostra um pH alcalino. O pH 7 é considerado neutro. Os sabonetes devem ter pH próximo ao da pele (que fica entre 5,4 e 5,6), para evitar alterações na acidez cutânea.

 

Cada tipo de sabonete, uma característica.

É importante saber que os sabontes têm componentes distintos e o que cada um deles pode fazer para a pele. Os sabontes em barra são compostos de ácidos graxos de origem animal ou vegetal e possuem um pH na faixa de 8 a 9,5 (pH alcalino). Já os líquidos contêm detergentes e, geralmente, têm a vantagem de ficar com o pH mais próximo da neutralidade, podendo variar do mais ácido até o alcalino. Durante os banhos, os especialistas recomendam optar pelas versões líquidas, por serem mais hidratantes. "Os sabonetes  em barra tendem a deixar a pele mais ressecada, pois na maioria das vezes há em sua fórmula soda cáustica e gordura animal. A função do sabonete é limpar a camada mais externa da pele, mas alguns removem a camada natural que ela possui", afirma Carolina Marçon, mebro da Sociedade Brasileira de Demartologia.

Saiba como cuidar da higiene das mãos e evitar doenças

E a higiene íntima?

Diferentemente das outras partes do corpo, os órgãos genitais podem ser higienizados mais de uma vez ao dia. O ideal é que os sabonetes íntimos sejam usados a partir da adolescência por homens e mulheres. Existem diversos componentes nos sabonetes íntimos (como glicerina e ácido lático, por exemplo) que tentam manter o pH mais próximo do desejado na área genital. Nas mulheres, o produto deve ser usado apenas externamente, pois as duchas vaginais podem causar infecções, alergias e corrimentos. "O sabonete íntimo é indicado porque seu pH, que é ácido, mantém o pH vaginal também ácido. Dessa forma, os micro-organismos e lactobacilos presentes ali para proteger a mulher se mantêm vivos" diz Carolina.Os especialistas não aconselham o uso de sabonetes em barra para a limpeza dos órgãos genitais, pois além de aumentarem o risco de contaminação, por serem compartilhados por outras pessoas, ressecam ainda mais a pele. De acordo com o Guia Prático de Condutas sobre a Higiene Genital Feminina, desenvolvido pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), dificilmente só a água elimina as células mortas e secreções. Para Paulo Giraldo, ginecologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o pH das genitais femininas varia conforme a idade. “Os sabonetes para essa área são testados dermatologicamente e dificilmente trazem problemas à saúde, a não ser quando usados de forma inadequada ou em excesso, podendo provocar o ressecamento da região”, expõe.

 

Durante o banho, os especialistas recomendam
sabonetes líquidos por serem mais hidratantes
Foto: Divulgação.

O produto indicado para a sua pele

Com tantas opções na hora de comprar, podem surgir algumas dúvidas sobre qual é o melhor sabonete. De acordo com Carolina, é preciso levar em conta o benefício que ele pode trazer para o tipo característico de cada pele. “Dar uma boa olhada no rótulo
a melhor maneira de descobrir o produto ideal. Além disso, sempre é válido consultar um dermatologista, para que avalie adequadamente sua pele e indique com precisão o melhor sabonete para cada situação”, afirma. Confira outras dicas:

Pele seca: necessita de uma limpeza mais eficiente e muita hidratação. Para evitar o ressecamento, o ideal é usar sabonetes com óleos vegetais, sem álcool, óleo de amêndoas, extrato de semente de uva e manteiga de karité.

Pele oleosa: requer limpeza eficiente e hidratação leve. Recomendam-se produtos mais detergentes (sabonetes líquidos ou em gel), com ação adstringente e que consigam controlar a oleosidade. Procure sabonetes que tenham na fórmula ácido salicílico, enxofre, sulfacetamina sódica, própolis e hamamélis.

Pele normal: o produto deve ser moderadamente hidratante, com ingredientes como cânfora e alantoína e dê preferência a sabonetes neutros.

Pele sensível: opte por sabonetes neutros, líquidos ou em gel e destinados a bebês e crianças, que são menos agressivos. Procure por substâncias calmantes, como camomila



COMENTE!