assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Descubra a diferença do leite integral para o leite desnatado

Publicado em 06 de Nov de 2013 por Ingrid Tanii | Comente!

Algumas vitaminas do leite estão presentes em suas gorduras. Confira



Texto: Cristina Almeida/ Foto: Latinstock/ Adaptação: Ingrid Tanii

           O leite desnatado tem menor valor calórico, pelo seu baixo teor de gordura

                                                           Foto: Latinstock

Mas como saber que tipo de leite é melhor para cada um? A nutricionista Denise Sekiya responde que não existem testes para esse fim e, assim, as escolhas devem considerar faixa etária e eventuais restrições alimentares: “Conforme a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), para crianças até seis meses, o aleitamento materno deve ser exclusivo, e perdurar até dois anos ou mais, desde que seja associada à dieta complementar a partir dos seis meses. Crianças até um ano de idade e que não são amamentadas devem utilizar fórmulas infantis, com composição nutricional semelhante ao leite materno”, alerta.

A partir dos dois anos de idade, adolescentes e gestantes saudáveis devem tomar leite de vaca integral, dada a maior necessidade do consumo de ácidos graxos essenciais, úteis para a formação do tecido nervoso. Adultos podem escolher entre os do tipo integral, semidesnatado ou soja enriquecido com cálcio. “Quem precisa reduzir o consumo de gordura e colesterol não precisa renunciar ao leite, pois o desnatado, com baixo teor de gordura, tem menor valor calórico”, explica Denise.

Mas atenção, a versão desnatada é desprovida das vitaminas A e D (presentes na gordura do leite). Se for necessário o seu consumo, ele deve ser enriquecido. A alternativa é ingerir alimentos-fonte (fígado, margarina, manteiga, vegetais de folhas verdes escuras) ou expor-se ao sol, para auxiliar na sintetização de vitamina D.

Revista VivaSaúde Ed. 79



COMENTE!