assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Por que castrar o animal?

Publicado em 22 de May de 2013 por Ana Paula Ferreira | Comente!

Castrar seu animal é um ato para melhorar a qualidade de vida dele. Mais do que isso, a cirurgia é uma forma de fazer sua parte na grave questão do abandono de cães e gatos no Brasil



Texto: Ive Andrade / Foto: Shutterstock / Adaptação: Ana Paula Ferreira

A castração é um processo definitivo e não possui contraindicações. Por meio dela é possível 

evitar  crias indesejadas e previne o abandono de filhotes. Foto: Shutterstock

Ao adotar um cachorro ou um gato, os cuidados com o novo membro da família são muito mais complexos do que apenas alimentá-lo e manter sua higiene. Segundo a veterinária Janaína Reis, do Centro Veterinário Center Vet, a castração deve ser considerada um gesto necessário para evitar o grave problema do abandono. “Tanto cães quanto gatos estão liberados para o procedimento a partir do três meses de idade.”

A castração é ainda rodeada de muitos preconceitos — alguns dizem que é um processo cruel com o animal e que os riscos operatórios são graves. Na realidade, a cirurgia é simples e traz diversas vantagens para a vida do cão ou do gato. “Para cadelas e gatas, a castração evita o tumor de mama e, em fêmeas mais velhas, previne a infecção do útero, tumores e cistos nos ovários”, explica Janaína.

Ela esclarece ainda que, antes da operação, são feitos exames que definem o estado de saúde do animal. “O único fator que poderia atrapalhar a cirurgia seria algum histórico de problemas cardíacos, no caso de animais mais velhos. Por isso, apesar de não existir um limite de idade, sabemos que, quanto mais jovem ele for, melhor, pois diminui os riscos cirúrgicos.”

Mais qualidade de vida

Quanto ao mito de que a castração acaba com a virilidade e afeta negativamente a personalidade do animal, a veterinária explica que esse não é o caso. “As mudanças que podem ocorrer são benéficas e não afetam a personalidade do animal como um todo.” O mais comum é que animais mais agressivos fiquem mais dóceis, os mais agitados fiquem mais pacíficos, e assim por diante. “A mudança é bem sutil. A castração vem para melhorar a vida dos animais com seus proprietários e com sua saúde”, conclui Janaína.

A cirurgia de castração é definitiva?

A castração é um procedimento definitivo, que não possui contraindicações. Por meio dela, o dono do animal evita crias indesejadas e previne o abandono de filhotes. Ainda que muitos estejam convictos de que não vão abandonar as crias, não há casas disponíveis para todos os animais. Milhares deles são jogados nas ruas a cada ano e a maioria morre antes mesmo de completar um ano. Mais do que isso, castrar o animal garante uma série de benefícios para ele e para seu dono — diminuindo inclusive as chances de fuga de cães e gatos.

5 dicas para cuidar melhor do pet

Assim como a castração, outros cuidados são fundamentais antes mesmo de levar seu animal para casa. Confira abaixo dicas sobre como agir com o novo integrante da família.

1. Animais geram custos adicionais no orçamento familiar. Certifique-se de que pode arcar com as despesas e se planeje para a chegada dele.

2. Prefira a adoção: milhões de animais abandonados estão à espera de um lar. Apesar de não existirem números oficiais — por serem dados que mudam constantemente —, a questão do abandono é grave no Brasil, principalmente em grandes centros urbanos como São Paulo.

3. Respeite as características e necessidades particulares de cada espécie ou raça (tamanho, espaço físico necessário etc.)

4. Jamais acorrente ou deixe o animal preso em gaiolas. É um ato de crueldade deixá-lo sem a possibilidade de se movimentar.

5. Os cães necessitam de passeios periódicos, nos quais eles devem estar devidamente equipados com guia e coleira.

 



COMENTE!