Super Banner

O que fazer quando a pipoca entra no nariz do seu filho

Publicado em 26 de Nov de 2013 por Leticia Maciel | Comente!

As crianças adoram aprontar, e acabam colocando coisas que não devem na boca e no nariz. Veja o que fazer em uma situação como essa



Texto: Ivonete Lucirio/ Foto: Reprodução/ Adaptação: Letícia Maciel

Caso a criança esteja engasgada, incline-a e bata com a mão fechada a região
que fica entre as homoplatas (5 vezes)

Foto: Reprodução 

Crianças sempre aprontam. O pediatra Paulo Taufi Maluf Júnior, do Instituto da Criança dos Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP), conta o que acontece quando um corpo estranho entala em alguma região.

Fossas nasais

É onde objetos maiores como grão de feijão e pequenos brinquedos podem ficar presos. Uma pinça pode retirá-los. Na falta dela, existe uma manobra que consiste em tapar a narina oposta àquela onde o objeto está preso, colocar a boca na boca da criança e soprar com força.

Traqueia 

É comum que fragmentos de alimentos se alojem lá. Mas só pode ser removido por via endoscópica ou por uma traqueostomia, por meio da qual a região é aberta.

Laringe 

Objetos nela presos acabam em engasgo. Pergunte à criança se ela está engasgada. Se ela responder, ou chorar, a situação não é séria. Se o ar faltar, incline-a e bata com a mão fechada a região que fica entre as homoplatas (5 vezes). Chame a emergência se não funcionar.

Pulmões 

Nos casos de obstrução das vias brônquicas, a solução é a fisioterapia respiratória. Se for um objeto pontudo, que causa ruptura dos brônquios, e o ar se acumular na pleura, pressionando o pulmão, alivia-se com drenagem. Se há abscessos por acúmulo de elementos estranhos aos alvéolos, indicam-se antibióticos ou cirurgia, de acordo com a gravidade.

 

Revista VivaSaúde Edição 127



COMENTE!