assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Entenda mais sobre a medicina e o seu papel humanitário

Publicado em 10 de Dec de 2015 por Kelly Miyazato | Comente!

Se há algum tempo os médicos levavam em suas maletas muita esperança e bondade no coração, o avanço tem provocado mudanças nos tratamentos. Entenda mais sobre a medicina e o seu papel humanitário



Entenda mais sobre a medicina e o seu
papel humanitário

A medicina e o seu papel humanitário

No passado, os médicos levavam em suas maletas poucos instrumentos, muita esperança e bondade no coração. Prescreviam cataplasmas, infusões, chás, medicamentos e ainda ministravam doses de esperança. Com a chegada das novas opções de diagnóstico e tratamento, eles tiveram que dominar técnicas sofisticadas e o saber científico. Isso influenciou a formação e a atuação desses médicos. Este avanço levou à perda do conteúdo humanístico da profissão. Ouve-se menos o doente, distancia-se da sua alma e conforta-se menos. A dor trazida pelas doenças de hoje é a mesma que se via antes. O corpo é melhor tratado do que a alma. O conforto desta também cura o corpo e há evidências de que o amparo acelera tal processo. É hora de estimular o diálogo entre os componentes científicos e humanitários, a partir das escolas médicas. O Dr. House é ótimo! Para ser perfeito, deveria exercitar o dom do amor e da compaixão.

 

*Texto Paulo Saldiva é patologista e professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) | Colaborou: Priscila Pegatin | Foto Pinteterst | connie willett | Adaptação Kelly Miyazzato.

 

Revista VivaSaúde | Ed. 151

 

 

 



COMENTE!