assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Veja a maneira correta de andar

Publicado em 12 de Feb de 2014 por Leticia Maciel | Comente!

Saiba qual é a maneira correta de pisar e como cuidar da saúde dos pés evitando o chulé e outras doenças



Texto: Stella Galvão/ Ilustração: Helton Gomes/ Adaptação: Letícia Maciel 

Use diariamente hidratante para evitar ressecamento e fissura nos pés 
Ilutsração: Helton Gomes 

Muitos problemas de saúde nos pés surgem em consequência da maneira incorreta de andar, às vezes, aliada ao uso de calçado inadequado. O ortopedista Fabio Ravaglia explica o tripé da caminhada preventiva de dores e outros desvios:

Apoio do pé 

Durante a caminhada em percursos com desníveis (aclive ou declive), o pé deve estar totalmente apoiado no chão, para que se tenha total equilíbrio e sustentação do corpo. A prática evita escorregões.

Peso do corpo 

A maior concentração do peso do corpo se situa na parte anterior do pé. O apoio deve ocorrer primeiro na parte anterior (sem que o peso fique mais nos dedos do pé) e seguir com o amortecimento da articulação. O calcanhar deve ser apoiado no chão e, na sequência, voltar à parte anterior. Termine o movimento com o apoio dos dedos no chão.

Coluna 

A coluna deve estar ereta, com a cabeça elevada, olhando para o horizonte e sem curvar as costas.

Cuidados diários

Como estão lá embaixo e quase sempre escondidos dentro de um sapato, tênis ou sandália, os pés geralmente são pouco cuidados, a não ser, é claro, quando incomodam para valer. Mas, até mesmo pela sua atribuição de sustentar o corpo, é fundamental conservar a saúde deles. A recomendação de Arinda Corrêa Nogueira, técnica em Podologia da clínica Clinderm, em São Paulo, é a visita mensal a um profissional dessa área para o corte e limpeza geral. Outra dica é usar diariamente um hidratante especial para evitar ressecamentos e fissuras. Aqueles com ureia e/ou ácido salicílico, conforme Solange, deixam os pés mais macios e diminuem as áreas de hiperqueratose (pele grossa). 

Esfoliar também pode ajudar, mas atenção: Nada de raspar com lâmina de barbear, e, sim, usar uma lixa ou cremes esfoliantes, uma ou duas vezes na semana. “No dia-a-dia é importante manter os pés sempre secos para evitar o desenvolvimento de micro-organismos que se aproveitam do calor e da umidade para se desenvolver nas camadas superficiais da pele, na região plantar e entre os dedos”, reforça a médica. Walter Fukushima lembra que o uso prolongado de calçados fechados pode levar a descamação. “Com o calor, principalmente durante uma atividade física, a proliferação das bactérias ocorre de modo mais intenso, com aparecimento do ‘chulé’, micoses e das infecções”, alerta o ortopedista. Ele chama a atenção para o fato de que as lesões crônicas nos membros inferiores trazem prejuízos à saúde como um todo, na medida em que resultam em sedentarismo e dificuldade para as atividades diárias e prática esportiva. Como se vê, os pés são mesmo vitais ao conjunto da obra.

Revista VivaSaúde Edição 72