Super Banner

O que fazer em casos de desmaio

Publicado em 22 de May de 2013 por Ana Paula Ferreira | Comente!

Apesar da perda súbita da consciência, o indivíduo deve recuperar os sentidos espontaneamente e independente de qualquer intervenção médica. Saiba o que fazer em casos de desmaio



Texto: Fernanda Emmerick / Ilustração: Luiz Lentini / Adaptação: Ana Paula Ferreira

Ao ver uma pessoa desmaiada, levante suas pernas para que o retorno venoso possa acontecer;

assim, o coração bombeia mais sangue para o cérebro. Ilustração: Luiz Lentini

O desmaio é dividido em síncope vasovagal, que ocorre quando o coração deixa de bombear sangue ao cérebro, e síncope neurogênica, que acontece após uma variação da pressão arterial e da frequência cardíaca. Ente as causas principais estão crises de hipoglicemia, intoxicação, alterações cardíacas e até mesmo doenças neurológicas, o que pode acarretar convulsão.

O que fazer para socorrer alguém desmaiado?

  • Deite-o e levante suas pernas para que o retorno venoso possa acontecer; assim, o coração bombeia mais sangue para o cérebro
  • Se não for possível deitá-lo, sente-o e abaixe sua cabeça até a altura do joelho para aumentar a quantidade de sangue circulando
  • Cheque seu pulso e veja se o coração apresenta um ritmo anormal dos batimentos cardíacos
  • No caso de desmaios seguidos de convulsões, coloque um travesseiro embaixo da cabeça da pessoa e vire a cabeça dela para o lado, para que ela não engasgue com a saliva

Cuide do coração

A síncope - termo médico para o desmaio - por causa cardíaca, se não for diagnosticada, pode causar morte súbita, ao contrário da vasovagal, que não deixa sequelas. Considerando que os principais sinais são arritmias cardíacas ou doenças anatômicas, a sua investigação é importante já que cada um deles tem um tratamento específico. Em tais casos, torna-se necessário que se façam exames preventivos, entre eles o ecocardiograma, o teste de esforço e o cateterismo cardíaco.

Revista VivaSaúde edição 98



COMENTE!