assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Dicas para prevenir virose

Publicado em 26 de Aug de 2016 por Kelly Miyazato | Comente!

Quer saber como é possível evitar doenças causadas por vírus e que normalmente provocam diarreia, vômito, febre e dores musculares? Então, dá uma olhadinha nas dicas para prevenir virose e aproveite para adotar um novo estilo de vida!



 

Mantenha as vacinas em dia

Existe vacina contra o rotavírus, sim! Ela está disponível na rede pública e na rede privada. “Deve ser aplicada em duas doses orais em crianças a partir de 1 mês e 15 dias de idade até 5 meses e 15 dias”, informa Ligia. Gonçalves alerta que várias infecções virais já podem ser prevenidas por meio das vacinas. Então, estar com o esquema de vacinação em dia já é um ótimo começo.

 

 

Hidrate-se mais

A ingestão mínima diária é de dois litros de água. Isso porque seu consumo auxilia e melhora diversas funções no organismo. Um dos benefícios é que a hidratação apresenta um grande impacto no sistema imunológico: a água é responsável pela eliminação de toxinas, auxilia na oxigenação do sangue e melhora a digestão. Mas evite a água da torneira. Prefira as industrializadas em garrafas ou copos lacrados e de marcas confiáveis.

 

 

Melhore sua imunidade

Manter-se saudável é fundamental por conta da imunidade. “Ter uma vida equilibrada, dormir e se alimentar bem e fazer atividade física são medidas que ajudam a manter uma boa imunidade e a prevenir doenças”, conta a infectologista. Além disso, hábitos saudáveis como não fumar, manter o peso adequado e moderar no consumo de bebida alcoólica são importantes para evitar doenças.

 

 

Como vai sua geladeira?

Esse eletrodoméstico tem de estar funcionando perfeitamente bem. Pois é imprescindível manter os alimentos, como carnes, ovos, hortaliças e queijos fresquinhos. Use recipientes próprios para isso e deixe-os refrigerados. Evite ficar abrindo a geladeira muitas vezes, pois esse hábito prejudica a manutenção de temperatura. O consumo de alimentos estragados pode desencadear uma virose.

 

 

Esqueça sua "farmacinha"

A automedicação deve ser evitada sempre! Mesmo porque, pelos sintomas, é impossível saber se a infecção foi causada por vírus ou bactérias. Por esse motivo, só os médicos podem prescrever os fármacos após um exame clínico que comprove a origem do mal-estar. Até porque o consumo errado de antibióticos faz com que os micro-organismos desenvolvam uma mutação, tornando-se resistentes ao agente antibiótico. Então nada de brincar de médico, ainda mais com sua família.

 

As dicas não param por aí... Têm muito mais na Revista VivaSaúde – Edição 153, e você pode adquirir o seu exemplar sem sair de casa. Vem ver! → http://bit.ly/2bVVKgf

 

*Por Letícia Ronche, colaboração: André Bernardo. Fontes: Ligia Pierrotti. infectologista que integra o corpo clínico do Delboni Medicina Diagnóstica e Marcelo Gonçalves, infectologista do Hospital Caxias D'Or (RJ). Pesquisa em: Friday, Stophestomachflu e CDC | Fotos Shutterstock | Adaptação Kelly Miyazzato.

 


Revista VivaSaúde | Ed. 153

Assine já e garanta 6 meses grátis de outro título

 

 

 

 

 

 

 



COMENTE!