assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Descubra para onde vai a gordura que você perde

Publicado em 12 de Jun de 2015 por Marília Alencar | Comente!

Para onde vai a gordura que você perde? Ao queimar calorias, a substância é expelida por meio da respiração e pela urina. Entenda o passo a passo do processo químico que leva à diminuição do peso



Texto Priscila Pegatin / Ilustração Isa Santos 

Entenda o processo

(Foto: Isa Santos)

Quando o assunto é perda de peso sabemos que com uma dieta balanceada e exercícios físicos adequados, é possível eliminar alguns quilinhos na balança. Porém, as células de gordura continuam lá, no nosso organismo. Isso porque cada pessoa tem um número geneticamente determinado de adipócitos, as células que contém gordura. Elas estão localizadas abaixo da pele e ao redor dos órgãos internos, como fígado, rins e coração, nesse caso chamadas de gordura cutânea. Essas células variam entre 10 bilhões e 30 bilhões, dependendo de cada pessoa.

Mas elas são constantes, ou seja, mudam apenas de volume, por isso uma pessoa obesa terá células muito grandes e ao emagrecer elas diminuem de tamanho, mas não desaparecem. Ao ingerir alimentos, principalmente lipídios e carboidratos, a parte não utilizada pelo organismo é estocada nos adipócitos como gordura. A molécula de gordura nada mais é que uma molécula de glicose somada a diversas outras moléculas de glicose.

Respire, sem exageros 

Embora o excesso de gordura seja eliminado pela respiração, aumentar seu nível de frequência não é capaz de gerar a perda da substância. A hiperventilação, por sinal, causa tonteira, palpitações e perda de consciência. Mas com uma alimentação balanceada e exercícios físicos adequados é possível aumentar o processo e perder a gordura indesejada.

Você perde peso ou líquido?

Nem sempre quando se perde peso se perde gordura. Muitas vezes a redução nos dígitos na balança é reflexo da perda de líquidos ou de massa muscular. Isso significa que a gordura continua lá. Uma alternativa adotada em consultório é o exame de bioimpedância, que avalia a real perda de gordura.

Revista VivaSaúde/ Edição 145



COMENTE!