assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

4 verdades sobre o infarto

Publicado em 20 de May de 2016 por Kelly Miyazato | Comente!

Na hora de cuidar da saúde, é importante dedicar atenção redobrada às doenças cardiovasculares e, para te ajudar a ficar por dentro consultamos um especialista para falar sobre 4 verdades sobre o infarto. Confira!



 

Descubra 4 verdades sobre o infarto

Ficar atento aos casos de infarto, que ocorrem devido à obstrução da artéria que leva o sangue ao coração, é imprescindível, segundo Elcio Pires Júnior é coordenador da Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular e coordenador das Unidades de Terapia Intensiva do Hospital e Maternidade Sino Brasileiro, as doenças cardiovasculares. “Os pacientes que compõe o grupo de risco, que podem sofrer um ataque cardíaco estão: os obesos, diabéticos, com aumento de colesterol e triglicérides, quem tem históricos familiares de problemas cardíacos e fumantes”, alerta.

Para te ajudar a identificar os sinais que o corpo dá, confira já 4 verdades sobre o infarto:

- Dor no peito é considerado o principal sintoma de infarto, embora por vezes seja confundido com outras doenças como dores musculares, úlceras e tromboembolismo pulmonar. Por essa razão, a avaliação de um especialista é essencial para a realização do diagnóstico.

- Os homens são mais suscetíveis dobro aos infartos do que as mulheres, inclusive após décadas e mudanças com o aumento significativo na ocorrência de infartos devido à menopausa, ao uso de pílulas anticoncepcionais e cigarro, que aumentam em três vezes mais as chances de sofrerem do problema cardiovascular.

- O fumante possui maior adesão das placas de gordura nas paredes dos vasos sanguíneos. O tabagista tem até três vezes mais chance de infarto que o não fumante.

- Após o infarto, as visitas ao cardiologista devem ser periódicas, para que o especialista avalie se a medicação está surtindo efeito, referente à estabilização do músculo cardíaco, na tentativa de evitar a progressão das lesões. Durante o encontro com o profissional, serão tratados os fatores de risco e possíveis complicações, como hipertensão, arritmias e insuficiência cardíaca.

Júnior conclui ao dizer: “Ao sentir dor no peito com um aperto de forte intensidade, que irradia para o ombro superior esquerdo até à região mandibular, associado ao mal estar geral, suor frio, náuseas e vômitos, procure imediatamente atendimento médico”.

“Em caso de dor no peito com um aperto de forte intensidade, com irradiação para o membro superior esquerdo e até para a região mandibular, associado a mal estar geral, suor frio, náuseas e vômitos, o paciente deve procurar imediatamente atendimento médico”, finaliza o especialista.

 

*Por Kelly Miyazzato | Foto Ed. Coleção VivaSaúde Especial – Alimente a saúde de coração | Agradecimentos ao Elcio Pires Júnior é coordenador da Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular e coordenador das Unidades de Terapia Intensiva do Hospital e Maternidade Sino Brasileiro.

 

 

 

 

 



COMENTE!