assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Revista VivaSaúde, edição 158

Publicado em 21 de Jul de 2016 por Kelly Miyazato | Comente!

Quer saber mais sobre saúde e bem-estar? Então, confira já a Revista VivaSaúde, edição 158



 

Revista VivaSaúde de junho - Ed. 158
À venda por R$ 12,90 

Estive lendo relatórios da Organização Mundial da Saúde (OMS), especialmente elaborados para pontuar e avaliar os critérios adotados à prevenção de doenças. Nos últimos anos, os profissionais de saúde se ocuparam em adotar e difundir práticas tecnológicas ou não para evitar enfermidades. Já visualizamos resultados positivos e, no caso do Brasil, apesar das dificuldades, houve um aumento da expectativa de vida. Mas um fato novo foi observado – viver mais não significa, necessariamente, viver bem. Isso porque a longevidade traz consigo uma série de situações que podem levar o idoso para uma realidade que o colocará em uma posição de total dependência do cuidado alheio. Para quem goza de uma situação econômica privilegiada, a devida atenção às novas demandas poderá ser mais acessível. Para a maioria das pessoas, porém, esse momento se revelará bastante cruel. Ao voltar o olhar para essa realidade, a OMS, então, a partir de agora, estará empenhada em continuar com o seu trabalho de prevenir doenças, mas o foco será inspirar as pessoas a manter, pelo maior tempo possível, a autonomia. Considere aqui, leitor, não só a sua capacidade de ir e vir e tomar decisões, mas também a funcionalidade de todos os sistemas do seu corpo. O segredo para alcançar essa meta você já conhece. Estamos falando de mais compromisso no presente com um estilo de vida saudável. Talvez, o seu maior desafio seja apenas adotar de vez a caminhada diária de 30 minutos. Como você verá nesta edição, ela funciona até como um antidepressivo. Além disso, quanto mais as pessoas usarem os espaços públicos, mais elas colaborarão para a saúde das suas cidades. No final, ter saúde pode ser mais simples do que imaginamos. Boa leitura!

 

*Por Cristina Almeida | Adaptação Kelly Miyazzato.

 

Clique em:  Revista VivaSaúde e assine já!

 

 

 

 

 



COMENTE!