assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Dia Mundial da Atividade Física: veja tudo o que você precisa saber para começar a praticar corrida

Publicado em 06 de Apr de 2017 por Kelly Miyazato | Comente!

Bora celebrar o Dia Mundial da Atividade Física e colocar em prática aquele projeto de anos que você sempre ensaiou de praticar corrida? Veja tudo o que você precisa saber para começar já!



 

Dia Mundial da Atividade Física: veja tudo o que você precisa
saber para começar a praticar corrida

Para celebrar o Dia Mundial da Atividade Física, o que acha de colocar em prática aquele projeto de anos que você sempre ensaiou de praticar corrida? Lembre-se que alguns cuidados são fundamentais, afinal, embora no começo pareça difícil por causar medo de dar um passo em falso, cair, tropeçar e machucar, a modalidade proporciona prazer e auxilia na hora de emagrecer, melhora o condicionamento físico e alivia o estresse, segundo alerta Rodrigo da Silva, professor da Smart Fit (DF).

“Antes de iniciar, consulte um especialista para atestar se está apto para correr, em seguida, é importante contar com a orientação e supervisão de um professor de educação física para elaborar uma planilha de treino, de acordo com a sua necessidade”, recomenda.

Silva explica que a corrida, por ser considerada uma atividade aeróbica, promove um alto gasto calórico. “Procure manter a frequência por pelo menos duas vezes durante a semana, com intervalo de dois dias para descansar entre os treinos. Vale lembrar que deve evitar o exagero, ou seja, não saia por aí correndo 10 km como um velocista. Alterne um minuto de corrida, com quatro de caminhada rápida”, orienta e ressalta que a paciência é o segredo para alcançar os objetivos e evitar lesões.

Antes de correr, Silva comenta que cuidar da hidratação é essencial para ajudar a manter a temperatura corporal equilibrada, bem como a melhora do desempenho e dos processos metabólicos do organismo, além de optar por opções com baixo índice glicêmico.

"A atenção à postura pode ajudar a garantir um bom desempenho; olhe sempre para frente, mantenha passadas constantes (sem muita amplitude); deixe os braços na altura do tórax (movimento natural) e o tronco levemente inclinado para frente”, aconselha e acrescenta: “Adote medidas preventivas: evite lesões ao planejar o percurso, fique atento ao seu ritmo e pare a atividade se sentir qualquer incômodo. Após a corrida, caminhe por cinco minutos para equilibrar a frequência cardíaca”.

  • Dica importante: caso já tenha um bom condicionamento físico e queira queimar calorias com a corrida, confira a planilha básica de treino elaborada por Silva:

- 1º mês

1º semana: 5 km, em um percurso plano, em velocidade confortável ou 30’.

2º semana: por 30’ em um percurso plano, alternar 4’ de velocidade confortável para 1’ de corrida forte.

3º semana: por 30’ em um percurso plano, alternar 3’ de velocidade confortável para 2’ de corrida forte.

4º semana: 5 km no plano, em velocidade confortável.

 

- 2º mês

1º semana: por 30’ em um percurso com inclinação, alternar 4’ de velocidade confortável para 1’ de corrida forte.

2º semana: 6 km em um percurso plano, em velocidade confortável ou 35’/40’.

3º semana: por 30’ em um percurso com inclinação, alternar 3’ de velocidade confortável para 2’ de corrida forte.

4º semana: por 30’ em um percurso com inclinação, alternar 3’ de velocidade confortável para 2’ de corrida forte.

 

*Por Kelly Miyazzato | Foto Shutterstock | Agradecimentos ao Rodrigo da Silva, professor da Smart Fit (DF).

 

 

 

 

 

 

 



COMENTE!