assine

Newsletter

Receba as novidades, cadastre-se

Como é feito o exame do ronco?

Publicado em 25 de Jan de 2017 por Kelly Miyazato | Comente!

Consultamos uma pneumologista para esclarecer como é feito o exame do ronco. Fique por dentro de como é feita a análise através da polissonografia



 

Entenda como é feito o exame do ronco

A melhor forma de diagnosticar o ronco é através da polissonografia. "Nesse exame são analisados a atividade cerebral, o movimento ocular (indicativo do REM, etapa profunda do sono), a atividade muscular de pernas, braços e mento (região da mandíbula e queixo), o fluxo e a área da respiração, o esforço respiratório e o nível de oxigênio, além da atividade cardiovascular”, enumera a pneumologista Luciana Palombini.

Para isso, é colocada uma série de eletrodos no corpo do paciente, que examina diversos aspectos do funcionamento de corpo durante o sono. Todas essas informações são colocadas em um gráfico repleto de linhas, cada uma representando uma análise durante cada minuto de sono. Isso permite que, a cada leitura anormal em um desses aspectos, seja possível analisar o que houve.

Os médicos costumam marcar todos os eventos respiratórios anormais e com isso verificar como eles repercutiram nos outros indicadores. “Assim os técnicos conseguem ver a estrutura do sono e como ela se relaciona com a respiração, e conseguem detectar mais problemas além da apneia, como o bruxismo”, sinaliza a especialista. Ele pode ser feito em casa, com aparelhos portáteis, mas costuma ser feito em laboratórios do sono.

 

*Texto Coleção Viva Saúde Especial - Como Controlar a Apneia e Tratar o Ronco | Foto Marcelo Resende | Shutterstock | Adaptação Kelly Miyazzato.

 

*Para ficar por dentro das dicas, peça pelo site o seu exemplar da Coleção Viva Saúde Especial - Como Controlar a Apneia e Tratar o Ronco → http://bit.ly/2jVHc71

 

 

Coleção Viva Saúde Especial - Como Controlar a Apneia e Tratar o Ronco

 

 

 

 

 

 

 



COMENTE!