Viva Saúde
Edição 56 - Dezembro/2007
 
Sumário da Edição
Edições Anteriores
Editorial
Sala de Espera
Consultório Médico
Aconteceu Comigo
Raio x
Leveza à Mesa
Atividade física
Saúde Natural
Mundo Infantil
Olho Clínico
Mais Vitalidade
Onde Encontrar
Internet
 
Exclusivo assinantes
Fale conosco
Assine já
Anuncie
 

Ele revela tudo sobre nossos inimigos invisíveis
  Comida quente pode ir a geladeira?

POR ROBERTO FIGUEIREDO, BIOMÉDICO E CONSULTOR EM SAÚDE PÚBLICA
Sim! Disseminada desde o tempo dos nossos avós, é muito >comum a idéia de que alimentos quentes não devem ir direto para a geladeira. A justifi cativa é que poderia estragar o eletrodoméstico. É tudo folclore. Até agora nunca ninguém viu ou comprovou este boato. É bom explicar também, aliás, uma dúvida muito comum entre as pessoas, que os alimentos quentes (perecíveis) podem permanecer em temperatura ambiente até duas horas e só depois serem levados para a geladeira.

ILUSTRAÇÕES: ROBERTO WEIGANDNão tampar até gelar
Só para entender como funciona o processo de resfriamento do alimento dentro da geladeira, imagine que ela é uma fábrica de vento e que o objetivo final deste é chegar até o alimento e roubar o calor. Se o produto estiver tampado, o vento vai bater na tampa e demorar muito mais para resfriar e aí quem vai adorar são as bactérias.

A hora certa de tampar
O certo é tampar o recipiente após duas horas no refrigerador. Gasta um pouco mais de energia, mas é preferível arcar com este custo (que nem é tanto assim) do que colocar em risco a qualidade da comida. Nesse tempo, a temperatura dos alimentos na geladeira cai de 60º C até 10º C.

OVOS PRECISAM DE REFRIGERAÇÃO , SIM
Os ovos são perecíveis e como tal deveriam ser vendidos sob refrigeração. Mas como não é isso que acontece nos pontosde- venda, pelo menos nós devemos fazer a coisa certa: guardar na geladeira. Não na porta, como muitos de nós fazemos. Lembre-se de que este local é o que recebe mais variação de temperatura, um risco para a contaminação desses produtos. Deixe dentro da embalagem na parte interna do refrigerador. Porta é local somente para alimentos de baixa perecibilidade, como já falamos.

ALIMENTOS NA PORTA DO REFRIGERADOR
Esta é justamente a parte que mais sofre variações de temperatura. Vício muito comum entre os brasileiros, abrir e fechar a porta várias vezes ao dia, sem necessidade, além de gastar mais energia, pode deteriorar os alimentos acondicionados nesta parte da geladeira. Por isso, evite colocar produtos de alta perecibilidade na porta. Este local abriga muito bem mantimentos ácidos como ketchup, mostarda, molho de pimenta, refrigerantes e bebidas e até o vinagre. E mais: geladeira não é local para guardar cola, pilha para recarregar e meia-calça. E nem produtos pela metade, como meia laranja, meio limão, meia cebola, etc.


Faça já sua busca
no site da revista Viva Saúde


Copyright © 2008 - Editora Escala
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.