Viva Saúde
Edição 49 - Junho/2007
 
Sumário da Edição
Edições Anteriores
Editorial
Sala de Espera
Consultório Médico
Aconteceu Comigo
Raio x
Leveza à Mesa
Atividade física
Saúde Natural
Mundo Infantil
Olho Clínico
Mais Vitalidade
Onde Encontrar
Internet
 
Exclusivo assinantes
Fale conosco
Assine já
Anuncie
 

o alimento revelado em detalhes
  Descubra o pinhão
Quem já provou sabe. Para quebrar a casca, amolecer a semente e, finalmente, saborear o gosto peculiar da sua polpa, é preciso paciência. Mas o esforço vale a pena

POR ROSANA FARIA DE FREITAS

ORIGEM NACIONAL
FOTOS: SÍMBOLO IMAGENSO pinhão é a semente de uma árvore bem brasileira, o pinheiro (araucária angustifólia), encontrado no sul do país. Ele se forma dentro da pinha, uma esfera compacta, com diâmetro entre 15 cm e 20 cm, constituída por escamas duras e muito usada nos enfeites de Natal. Com a maturidade, a pinha vai se abrindo e soltando as escamas murchas e o pinhão. Muitas pessoas se referem a ele como um fruto, pois é servido como aperitivo e usado em várias sobremesas.

NUTRIÇÃO GARANTIDA
Sua polpa é rica em ferro, cálcio, fósforo, vitaminas C e do complexo B e proteínas. A farinha de pinhão, produzida apenas artesanalmente pela pouca expressão comercial, e feita a partir das sementes cozidas, permite fazer deliciosas massas, como broas, tortas e pães.

COMIDA DE ÍNDIO
No passado, era a principal fonte de nutrição de algumas tribos. Pesquisas registram a importância do pinhão no cotidiano de populações indígenas que viveram no Sul do Brasil. Sabe-se também que servia de alimento para inúmeras espécies animais, como os porcos selvagens. A gralha-azul também não dispensa o pinhão, ajudando bastante na disseminação do pinheiro.

FAMOSO NO SUL
Por seu gosto característico, é muito apreciado no Centro-Sul do país, especialmente em São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. No Paraná, talvez seja o alimento mais típico, sendo consumido assado ou cozido. Na cidade de Lajes, em Santa Catarina, existe até a 'Festa do Pinhão', evento que reúne milhares de pessoas anualmente.

O RITUAL DO PREPARO

A semente tem a forma de um foguete espacial, com cerca de cinco centímetros de comprimento, recoberto por uma casca lisa de cor castanhaescura. A polpa é a parte comestível, muito dura quando crua e amolecida e saborosa depois que passa pelo fogo. Ela pode ser preparada cozida ou assada na brasa. Uma boa dica é usar a panela de pressão, para que fique pronta mais rapidamente. Para aproveitar toda a potencialidade do pinhão, tem que saber prepará-lo. Deixe cozinhar lentamente, para que a casca se abra e libere o sabor e o aroma. Nas regiões onde ainda restam araucárias, é comum o preparo do pinhão cozido em conserva de salmoura e vinagre. Além de receitas doces e salgadas, pode ser misturado a saladas ou molhos para carnes.

CONSULTORIA: LUIZ ROBERTO QUEROZ (SP), PRESIDENTE DO DEPARTAMENTO DE NUTROLOGIA DA ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE MEDICINA E MEMBRO DO CONSELHO DELIBERATIVO E DIRETOR-CIENTÍFICO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NUTROLOGIA (ABRAN).


Faça já sua busca
no site da revista Viva Saúde


Copyright © 2008 - Editora Escala
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.