Viva Saúde
Edição 29 - Setembro/2006
 
Sumário da Edição
Edições Anteriores
Editorial
Sala de Espera
Consultório Médico
Aconteceu Comigo
Raio x
Leveza à Mesa
Atividade física
Saúde Natural
Mundo Infantil
Olho Clínico
Mais Vitalidade
Onde Encontrar
Internet
 
Exclusivo assinantes
Fale conosco
Assine já
Anuncie
 

  A dieta para quem parou de fumar
Um dos maiores temores da pessoa que decide abandonar o cigarro é engordar. Veja como não ganhar peso extra ao se livrar do vício, seguindo um cardápio simples e as dicas práticas de nossos consultores

POR JANETE TIR
FOTO FERNANDO GARDINALI

Acerta quem decide parar de fumar. Afinal, o tabagismo traz prejuízos à saúde por estar relacionado com várias doenças crônicas. E ainda reduz o tempo de vida de uma pessoa de 8 a 12 anos. Para se livrar da dependência da nicotina é preciso força de vontade e mudança de hábitos comportamentais. Por isso, a decisão de dar um fim ao vício deve sempre vir seguida de orientação especializada. “Deixar de fumar é quebrar um vínculo muito forte e demanda tempo, esforço, determinação e orientação nutricional. Se o indivíduo não tiver acompanhamento, pode voltar a fumar ou, então, passa a comer demais podendo causar outro problema: excesso de peso”, diz a nutricionista Regina Stikan, do Hospital São Camilo (SP).

Aliás, o medo de engordar é um dos fatores que mais preocupa quem está pensando em abandonar o vício. Segundo o pneumologista Sérgio Ricardo Santos, coordenador do PrevFumo, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), o fumante já apresenta um peso menor, pois, para sobreviver ao cigarro, seu organismo exige um alto gasto calórico no desenvolvimento de mecanismos de defesa. “Quando a pessoa pára de fumar, é normal que ganhe entre três e quatro quilos”, diz o especialista. Entretanto, são poucos (em torno de 5%) os ex-fumantes que aumentam o peso em mais de 10 kg. Paralelamente, existe outro fator que pode influenciar o ganho de peso: a falta da ocupação da oralidade. Explicando: com o passar dos anos, o fumante fica condicionado ao movimento de levar o cigarro à boca. Quando pára, ele sente falta do hábito. A partir daí, começa a busca por tudo aquilo que possa preencher o lugar ocupado antes pelo cigarro. A isso, soma-se o aumento da ansiedade, própria do período. E ambos os fatores acabam estimulando a vontade de comer mais que o necessário.

"AO DEIXAR DE FUMAR, A TENDÊNCIA É HAVER UMA MELHORA NOS SISTEMAS RESPIRATÓRIO E IMUNOLÓGICO E NA CIRCULAÇÃO SANGÜÍNEA"
SÉRGIO RICARDO SANTOS, PNEUMOLOGISTA

Para ajudá-lo nessa empreitada de livrar-se do cigarro sem ganhar peso, a nutricionista Regina Stikan elaborou uma cardápio especial com 1.800 calorias diárias. Sua fórmula é simples, mas promete uma grande diferença. Força de vontade + orientação alimentar + atividade física = parar de fumar com qualidade de vida. Confira!

PARA DRIBLAR A VONTADE DE LEVAR O CIGARRO À BOCA
 

Ocupe a boca com balas de gengibre sem açúcar e masque cravo-da-índia. Esses sabores fortes diminuem a vontade de fumar.

Tenha sempre à mão ‘palitinhos’ de cenoura para as horas de maior tentação.

Reduza o consumo de doces (ricos em gorduras) e refrigerantes (calóricos), que não saciam e nem têm nutrientes.

Evite bebidas alcoólicas e café, por estarem associados ao cigarro.

Em situações de estresse, resista bravamente ao fumo como forma de aliviar a tensão.

Pratique atividades físicas, que melhoram a função respiratória e reduzem a ansiedade.

Aumente a ingestão de líquidos.

Consuma alimentos ricos em fibras, como pão integral, frutas e verduras cruas, que aumentam a sensação de saciedade.

Fracione as refeições em seis vezes, com quantidades menores de alimentos e de baixas calorias.

Varie o cardápio e abuse dos temperos para quebrar a rotina

   

“O CIGARRO ALTERA O PALADAR. POR ISSO, O FUMANTE LEVA UM TEMPO PARA VOLTAR A SENTIR O SABOR E O AROMA DOS ALIMENTOS”
REGINA STIKAN, NUTRICIONISTA

Segunda-feira

Desejum
1 copo de vitamina de frutas (leite, mamão e maçã)
2 fatias de pão integral
1 fatia de queijo minas fresco
1 fatia de melão

Lanche da Manhã
1 pote de iogurte desnatado com 1 col. (sopa) de granola

Almoço
1 porção pequena de escalope de carne ao molho de alho-poró
2 col. (sopa) de arroz integral
2 col. (sopa) de feijão
Salada de folhas mistas à vontade (agrião, cenoura baby, tomatecereja)
1 fatia de abacaxi em cubos com hortelã

PÁGINAS :: 1 | 2 | 3 | Próxima >>


Faça já sua busca
no site da revista Viva Saúde


Copyright © 2008 - Editora Escala
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.