Viva Saúde
Edição 17 - Setembro/2005
 
Sumário da Edição
Edições Anteriores
Editorial
Sala de Espera
Consultório Médico
Aconteceu Comigo
Raio x
Leveza à Mesa
Atividade física
Saúde Natural
Mundo Infantil
Olho Clínico
Mais Vitalidade
Onde Encontrar
Internet
 
Exclusivo assinantes
Fale conosco
Assine já
Anuncie
 

  O MÉDICO DAS VEIAS E ARTÉRIAS
O angiologista, que estuda a circulação do sangue humano, trabalha em todos os segmentos do corpo e se faz essencial para uma vida sem riscos, especialmente após os 50 anos

POR VICTOR FERREIRA

ILUSTRAÇÃO: MARCELOA maioria dos pacientes que procura o angiologista quer se livrar de incômodas e antiestéticas varizes - e para se ter idéia, 80% deles corresponde a mulheres. No entanto, a especialidade é bem mais ampla. Esse médico trabalha em todos os segmentos do corpo, cuidando de veias e artérias e tratando quaisquer distúrbios de circulação.

As doenças venosas são as mais conhecidas - até porque entre elas estão incluídas as varizes - e as arteriais, as que representam maior perigo. Um exemplo deste segundo grupo é o aneurisma da aorta. Atingindo geralmente pessoas com mais de 50 anos, ele não apresenta sintoma algum, mas se não for diagnosticado a tempo pode causar o rompimento da aorta, a mais importante artéria do corpo, e levar à morte. A estenose de carótida - o entupimento da artéria que transporta o sangue para o cérebro e que pode levar ao derrame - é outro dos sérios assuntos tratado pelo angiologista.

Mas quando procurar esse especialista? Para que se tenha uma vida sem maiores sustos, o médico Cid José Sitrângulo Júnior, presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, Regional São Paulo, aconselha que indivíduos após os 50 anos, fumantes, diabéticos e pessoas com pressão ou colesterol altos recorram a esse médico pelo menos uma vez ao ano. Com a orientação adequada, todos os problemas podem ser prevenidos.

Entenda a diferença
A angiologia é muito confundida com cirurgia vascular. Mas a diferença está no fato de que a primeira pertence à área clínica da especialidade, e a segunda, como o próprio nome diz, à área cirúrgica. Porém, na grande maioria dos casos, o cirurgião vascular é também um angiologista.

Existem cerca de três mil angiologistas e cirurgiões vasculares no país. Segundo Cid Sitrângulo Júnior, um terço deles encontra-se no estado de São Paulo, seguido de Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. A especialidade, que existe desde a década de 50, exige nada menos do que 10 anos de estudos. Após a faculdade de medicina, o profissional ainda deve fazer dois anos de residência médica em cirurgia geral e mais dois em cirurgia vascular.

DICAS PARA EVITAR DOENÇAS VASCULARES
 

 Caminhe regularmente.

Se tiver de ficar sentado por muito tempo, procure movimentar os pés.
 Quando estiver em pé e parado, mova-se como se andasse sem sair do lugar.
 Converse com seu médico sobre medicamentos preventivos para a circulação antes de viagens longas.
 Evite o fumo e o sedentarismo.
 Controle o peso.

Se já foi acometido por doença vascular ou tiver histórico familiar da enfermidade, é preciso consultar um angiologista regularmente.

Se seu tornozelo incha com freqüência, talvez seja o caso de usar meias elásticas.

Nunca se automedique.
 


Faça já sua busca
no site da revista Viva Saúde


Copyright © 2008 - Editora Escala
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.